Mostrando todos os artigos em Curiosidades
maio
31

Higiene bucal do bebê

Author Mateus Rodrigues    Category Curiosidades, Geral, Notícias     Tags
Higiene bucal do bebê

Higiene bucal do bebê

Além das indiscutíveis propriedades físicas, nutricionais e psicológicas do leite materno, a amamentação é importante para a saúde bucal do bebê. Mamando no peito, o bebê respira pelo nariz e é obrigado a morder, avançar e retrair a mandíbula. Isso propicia o correto desenvolvimento muscular e esquelético da face, possibilitando a obtenção de uma boa oclusão dentária.

Os cuidados com a higiene bucal devem começar a partir do nascimento do bebê. No recém-nascido, a limpeza deve ser feita com uma gaze ou fralda umedecida em água limpa para remover os resíduos de leite. Com o nascimento dos primeiros dentes (por volta dos 6 meses), a fralda deve ser substituída por uma dedeira. Aos 18 meses, com o nascimento dos primeiros molares decíduos, a higiene deverá ser realizada com uma escova dental infantil sem creme dental ou com um creme dental sem flúor. O creme dental fluoretado só deverá ser utilizado a partir dos 2 ou 3 anos de idade, quando a criança souber cuspir completamente o seu excesso.

A cárie é uma doença transmissível. O Streptococcus mutans, bactéria causadora da cárie, pode ser transmitido da mãe para o filho pelo contato direto. Por isso, não se deve soprar a comida do bebê nem experimentá-la com o talher dele, pois é possível transmitir a ele essas bactérias.

A primeira visita ao dentista deve ser feita ainda na gestação. O ideal é que a mãe faça uma consulta para receber as orientações necessárias para manter a correta saúde bucal do seu filho. Independentemente da consulta da gestação ter sido realizada, a primeira consulta do bebê deve ser por volta dos 6 meses, coincidindo com o nascimento do primeiro dente decíduo. Preferencialmente, a consulta deve ser realizada com o odontopediatra, pois é ele o profissional habilitado a fazer esse primeiro atendimento.

A cárie de mamadeira é uma cárie de desenvolvimento rápido (aguda), que provoca dor e dificuldade de alimentação, determinando perda de peso e de estatura. É provocada pela ingestão de líquidos açucarados na mamadeira, principalmente durante a noite, sem que seja feita a higiene bucal posterior.

Quando for trocar a mamadeira pelo copo, e houver preocupação de o bebê não tomar mais leite a mãe deve ter alguns cuidados.Todo processo de remoção de hábitos deve ser lento e gradativo. Antes de remover a mamadeira, é necessário ter certeza de que seu filho sabe e gosta de tomar líquidos no copo. Para isso, primeiramente substitua apenas uma mamadeira pelo copo (geralmente, inicia-se pela mamadeira da tarde). Quando perceber que seu filho está tomando todos os 250 ml anteriormente oferecidos na madeira, no copo, substitua a mamadeira da manhã. No momento em que ele estiver ingerindo 500 ml de leite por dia no copo, a mamadeira da noite deverá ser substituída. Esse processo pode durar de 2 a 6 meses, dependendo da criança, por isso, o ideal é que ele seja iniciado um pouco antes dos 2 anos de idade. Para facilitar o processo, pode-se usar os copos com tampa, também chamados de copos de transição.

Para remover a chupeta, deve-se reduzir o seu uso a cada dia. Comece utilizando-a moderadamente, somente quando a criança estiver adormecendo. Quando a criança dormir, lentamente, remova a chupeta da boca e guarde-a. Nunca deixe a chupeta em correntes penduradas no pescoço ou ao alcance da criança. É a mãe que deve administrar as horas de uso, e não a criança. Assim, cada dia ela usará a chupeta um pouco menos até reduzir completamente o seu uso, o que deve ocorrer por volta dos 2 anos de idade.
(Fonte: http://guiadobebe.uol.com.br/)

maio
15

Canadenses criam aparelho para escovar os dentes com a língua

Author Mateus Rodrigues    Category Curiosidades, Dicas, Geral     Tags

Não consegue imaginar como? Adel Elseri e Said Fayad têm a resposta. Os canadenses de 26 anos criaram um aparelho simples que permite que a pessoa escove os dentes sem usar as mãos. O dispositivo é para ser acoplado à língua. E é exatamente a língua que faz o trabalho das mãos, escovando os dentes.

O aparelho, que já vem com creme dental, é descartável. Ele foi batizado como T2T. Os inventores garantiram ao “Gazette”, de Montreal, que a engenhoca é mais higiênica que a escova tradicional.
aparelho para escovar os dentes com a língua
Fonte:o Globo

abr
29

Mau hálito pode ser causado por má higiene bucal e também por doenças

Author Mateus Rodrigues    Category Curiosidades, Dicas, Geral     Tags

O mau hálito é um problema que incomoda não só quem tem, mas também as pessoas ao redor. Dados mostram que de 15% a 28% das pessoas no mundo sofrem com o odor – no Brasil, são cerca de 40% da população.

Além da má higiene bucal e do acúmulo de restos de comida, que são as principais causas, existem diversas outras que precisam ser investigadas já que podem ser sinais de que algo não vai bem com o organismo.

O mau hálito é um sintoma como a febre e, por isso, merece atenção. O problema pode ser causado, por exemplo, por doenças do aparelho digestivo, como refluxo, esofagite e gastrite, diabetes, problemas intestinais, alterações no fígado, inflamação na garganta, sinusite, além de estresse, depressão e até falta de saliva.

halito

Porém, se o mau hálito vier pela manhã, logo que a pessoa acorda, geralmente não há problema. Segundo o dentista Gustavo Bastos, isso acontece porque, durante o sono, há uma diminuição natural da saliva, o que faz com que as bactérias da boca entrem em ação. Essa halitose matinal, na maioria dos casos, é resolvida com a ingestão de algum alimento ou ao escovar os dentes.

Nesse caso, quando o problema é oral, o tratamento é feito com o dentista, que pode realizar uma limpeza especializada ou remover alguma placa ou tártaro que o paciente tiver. Além disso, pode ser feita ainda uma raspagem ou limpeza gengival profunda ou também uma limpeza da língua.

Porém, de maneira geral, é importante sempre ter a orientação de fazer uma higiene correta da boca, dos dentes e também da língua, com o uso da pasta de dente e principalmente do fio dental, como alertou o dentista Gustavo Bastos. Ele acrescenta ainda o uso de enxaguantes bucais, que podem potencializar ainda mais a saúde dos dentes e da boca.

Existe também o mau hálito causado por doenças respiratórias provocadas, por exemplo, pelo cigarro. Muitas pessoas costumam dizer que fumam “só de vez em quando” ou “só quando bebem”, mas só isso já é suficiente para danificar os pulmões e deixar um cheiro forte na boca, como alertaram os médicos.

Além de ser prejudicial para a saúde de maneira geral, o cigarro afeta também os dentes, gengivas e tecidos bucais. O fumo pode causar também diminuição no fluxo salivar e outros problemas orais, como alterações teciduais, gengivite, cáries cervicais, mudança de paladar e também câncer.

saliva_valendo

Vale lembrar ainda que, além do fumo, o excesso de álcool também é prejudicial para o hálito porque interfere no metabolismo do corpo e pode acumular substâncias no pulmão, que causam o odor desagradável.

Fora isso, o álcool também causa desidratação, reduz a quantidade de água no corpo e, consequentemente, a quantidade de saliva, também causa do mau hálito, como falado anteriormente

Existe também a saburra lingual, que é uma espécia de gosma branca ou amarelada que se deposita na língua, favorecendo a proliferação de bactérias causadoras do mau hálito. Sempre que houver essa característica na boca, é importante procurar um médico – não adianta apenas limpar porque a saburra continuará se formando.

Fonte: Bem Estar – G1

abr
26

Alimentos para ter dentes fortes

Author Mateus Rodrigues    Category Curiosidades, Dicas, Geral, Notícias     Tags

A comida tem muito a ver com a saúde dos dentes, se sua dieta for muito nutritiva e rica em vitaminas e principalmente cálcio, você vai notar uma melhora significativa em seus dentes, eles vão ficar muito mais brancos e fortes.

As melhores escolhas de alimentos para os nossos dentes são frango, queijo, nozes e leite, pois eles protegem o esmalte dos dentes e proporcionam muito cálcio e fósforo, que tornam os dentes mais fortes. Outros alimentos com um elevado teor de cálcio são as sementes de sésamo, legumes, verduras, brócolis, couve chinesa, tofu.

Naeo odontologia

Naeo odontologia

Outras ótimas opções são as frutas como, pêras e maçãs. Isso é porque eles têm um alto teor de água e fibras.

O aipo e a cebola, por exemplo, são poderosos antibacterianos. Além disso, alimentos com vitamina C, como kiwi e suco de laranja também são importantes, pois ajudam a manter o colagénio das gengivas e evitar infecções neles, e evite o consumo de café pois ele mancha muito os dentes.

As melhores opções de bebidas para ter dentes fortes são a água, leite, leite de soja e chá sem açucar. E se você não gosta de leite puro, misture com um pouco de cacau, isso vai ajudar a proteger as gengivas. Você também pode consumir iogurte sem açúcar, já que eles ainda têm grandes quantidades de cálcio, igualmente o leite.

Estes são alguns dos alimentos muito recomendados para que seus dentes fiquem sempre fortes. E tenha em mente que o consumo excessivo de açúcar, bebidas alcoólicas ou alimentos ácidos podem corroer os dentes por isso, evite-os.

E tenha em mente também que esses alimentos não são milagrosos, você deve consumí-los, mas deve também ter uma ótima higiene bucal e uma visita regular ao dentista.

jul
31

Aftas: Causas e Tratamento

afta_naeo

Quem nunca se incomodou com aquelas feridinhas que aparecem de vez em quando na boca da gente? Elas acometem adultos e crianças e são chamadas de aftas, caracterizando-se como ulcerações branco-amareladas de contorno avermelhado, várias ou uma só, grandes ou pequenas. São mais comuns em mulheres.

Existem 2 grupos principais de aftas, as menores e as maiores, sendo a mais comum dentre as menores a afta vulgar, geralmente pequena e única. A afta vulgar faz parte do grupo das UARs, as ulcerações aftosas recorrentes, que são aquelas que aparecem de vez em quando, duram de 7 a 10 dias e não deixam cicatrizes. O que causa uma afta ainda não é consenso, e o número de agentes causadores sugeridos é grande. Entre eles:

  • Alimentos ácidos (frutas cítricas como abacaxi, laranja, etc.)
  • Baixa imunidade
  • Predisposição genética
  • Anormalidades hematológicas (sanguíneas)
  • Influências hormonais (menstruação, menopausa)
  • Agentes infecciosos (vírus, fungos, bactérias)
  • Alterações nutricionais
  • Traumas (pequenos ferimentos causados pela própria escova de dentes ou pelo uso de aparelho ortodôntico, por exemplo)
  • Estresse

O combate às aftas vulgares costuma não ser específico, já que as causas podem ser muitas. Portanto, o tratamento dessas ulcerações é sintomático, ou seja, visa a diminuição dos sintomas. Eu costumo indicar para os meus pacientes um corticóide tópico em orabase. É uma espécie de gel grudento e com consistência arenosa que, em contato com a afta, cria uma película que protege a lesão enquanto trata e acelera a cicatrizacão. Não acho legal o uso de certos medicamentos em pó à base de bicarbonato de sódio (ou o próprio), pois eles ardem demais, o que pra mim é um sofrimento desnecessário e improdutivo, já que a ideia é diminuir a dor e não piorá-la até que ela suma. Certas plantas, como malvachá pretohamamelisruibarbosálvia e alcaçuz, além do própolis,  parecem ajudar na processo de cicatrização das aftas vulgares

Já para lesões extensas, as aftas maiores, o tratamento costuma ser também sistêmico, geralmente na forma de bochechos. Não preciso nem dizer, mas vou: principalmente no caso de aftas grandes, que durem mais de 1 mês para melhorar e que deixem cicatrizes, consulte um dentista.

Lesões aftosas podem ser associadas, também, a certas condições, como a Doença de Crohn (doença inflamatória intestinal) e a Síndrome de Behçet (caracterizada por aftas bucais pequenas, úlceras genitais, lesões oculares e cutâneas).

E aí, gostou do artigo?

Até a próxima!

Fonte: Medo de Dentista